Sobre

“Meus quadros são meus pensamentos materializados”

Valquiria Faria de Barros, nasceu em MG, em Setembro de 1951, na pequena Jaguarão, onde viveu até os 18 anos. Estudou em BH e, nessa ocasião descobriu que poderia traduzir suas sensações através da arte. Desenhava em bico de pena cenas mineiras que retratavam sua vivencia no campo. Foi para SP em 1974, quando conheceu seu marido Pablo Elgueta, artista plástico, o grande incentivador de seu trabalho.

Face á necessidade de revelar o colorido vibrante de suas raízes, começou a pintar telas onde a paisagem de MG está sempre presente. Seu passado junto á família, plantando e tratando a terra fizeram-na uma criatura amante da natureza e observadora constante dos costumes de sua gente. A profundidade de suas paisagens, aliada a um colorido tranquilo transmite-nos uma sensação de paz e harmonia. As figuras humanas são simples, como simples é o nosso povo.

As cenas rurais que retrata, evocam a simplicidade e o encanto de sua ingênua sensibilidade. Seu trabalho é minucioso, delicado e atraente, de um colorido tranquilo que em nada cerceia ou delimita a sua inspiração. O verde é uma constante, plena de paz, como a mensagem que transmite como verdadeiro oásis no atual mundo conturbado( Prof. Dr. Myriam Ellis).

É merecedora de vários prêmios em 1979, como os de medalhas de bronze no XVI salão oficial de embú e Mensão Honrosa no XVII Salão Oficial da AAAPSP 1980

- Grande Medalha de Prata no VIII Salão Oficial da AAAPSP

e XVII Salão Oficial de Embú Mensão Honrosa.

Participou de várias exposições individuáis e coletivas no Brasil e no exterior.

Currículo
Diplomas
Prêmios
Matérias e Exposições
Críticas